Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

...




Malva Rosa






Malva rosa
  • Nome científico: Lavatera trimestris L.  
  • Também conhecida por: Malva Real, Alcea, Alteia, Lavatera-de-três-meses, Malva-de-três-meses, Malva redonda
  • Família: Malvaceae
  • Semear: Agosto a Fevereiro
  • Germina: 7 a 21 dias
  • Transplantar: 5 meses após a sementeira
  • Floresce: Março - Junho
  • Semear: 60 cm de distância
  • Altura: 20 a 80 cm. 
  • Originária: Mediterrâneo (desde Turquia e França a Marrocos)
  • Prefere: Meia sombra ou sol pleno
  • Regas: Regulares
  • Tolera: Solo alcalino, sal, areia e barro
  • Ciclo:Perene
  • Multiplica-se por: Sementes (Número aproximado de sementes por grama: 150) 
  • Ideal para: Revestir muro ou dissimular vedação, bordaduras e maciços
  • Indicada para climas marítimos
  • Significado: "Debilidade" Malva real dupla: "Fecundidade"; Malva real simples "Doçura" In. GREENAWAY, Kate: A Linguagem das flores, Círculo de Leitores, 1977
  • Propriedades medicinais: anti-rugas, calmante, antinflamatório, expectorante, hidratante do cabelo, refrescante da pele.


Goivos


Goivos  
  • Nome científico: Matthiola incana
  • Também conhecida por: Matióla, Goiveiros, Goiveiro-da-rocha, Goiveiro-encarnado.
  • Família:Brassicaceae
  • Semear: Março a Abril; Maio em lugar definitivo
  • Germina: 15 a 20 dias
  • Floresce: Primavera ou Verão
  • Semear: 20 cm de distância
  • Altura: 30 a 60 cm
  • Originária: Mediterrâneo, Ásia, África do Sul.
  • Prefere: Sol pleno
  • Regas: Regulares, sem excessos de água. O goivo tolera a seca 
  • Aprecia: solo fértil e leve
  • Não tolera: Excessos de água. Pode levar a apodrecer os caules e folhas
  • Ciclo: Anual
  • Multiplica-se por: Semente
  • Ideal para: flor de corte, canteiros, bordaduras, vasos, taludes, etc.
  • Aroma intenso, libertado até de noite.
  • Não cobrir a semente com terra
  • As sementes surgem na planta em vagens, síliqua 1.
  • Cortar as fores velhas do goivo para prolongar a floração
  • As flores são comestíveis e utilizadas em saladas ou sobremesas 
  • "As semente têm características afrodisíacas, diuréticas, estimulantes, expectorantes, tónicas, e são usadas em infusão.In.Jardimcentro 

1"Síliqua: fruto seco, deiscente, sincárpico e ger. polispérmico, formado por uma cápsula bivalve, com deiscência longitudinal que se dá de baixo para cima, permanecendo fixa ao pedicelo uma lâmina que contém, em ambos os lados, as sementes; é característico das crucíferas, mas tb. presente em outras famílias"
In. Houaiss, o dicionário electrónico
  

Jacinto

  
  • Nome científico: Hyacinthus spp.
  • Também conhecida por: Jacinto, jacinto-holandês, jacinto-comum, jacinto-de-jardim, hiacinto-de-jardim, hiacinto
  • Família: Liliaceae
  • Plantar: Outono
  • Floresce: Primavera
  • Semear bolbos: 15-20 cm de distância, 10-15 de profundidade
  • Altura: 20 -45 cm
  • Originária: África (Médio Oriente,), Europa (Mediterrâneo) e Ásia (Ásia Menor).
  • Prefere: semi-sombra ou sol indirecto ou difuso
  • Regas: frequentes mas evitar a acumulação de humidade 
  • Aprecia: solos soltos, drenáveis e húmidos
  • Não tolera: geadas
  • Ciclo: perene bulbosa
  • Multiplica-se por: divisão de bolbos
  • Devem-se escolher bolbos duros e sem sinais de podridão (manchas, bolor etc.)
  • Plantar com o ápice do bolbo para cima
  • Ideal para: canteiros, maciços, bordaduras, floreiras, vasos, corte e planta de interior
  • Como planta de interior deve-se "colocar num recipiente, carvão vegetal ou casca de pinheiro, uma colherzita de sal comum e encher com água. Colocar o bolbo do jacinto de modo a que só as raízes fiquem em contacto com a água, evitando molhar o bolbo. Durante os primeiros 10-15 dias deve-se colocar num local escuro para que depois floresça. A água deve ser mudada a cada 15 dias." In Jardimcentro  
  • Flor aromática
  • Deve-se retirar os bolbos da terra após as flores secarem, e secá-los guardando-os num ambiente muito fresco, entre 4 a 10ºC. Assim sendo recomenda-se guardá-los no frio do frigorífico.
  • O jacinto é uma planta que esgota o solo em que se encontra. Daí o ideal é mudar a terra destas flores, adubar bem, especialmente na época de floração, não deixar os bolbos nos mesmos vasos de ano para ano, rotando-os de local. 
  • Hoje em dia, estas flores de corte são vendidas com raiz para prolongar a floração. Apenas se deve lavar bem as raízes.
  • O nome Jacinto advém da mitologia grega que o identifica como um amigo de Apolo, um dos seus favoritos. Num dia, jogando ao disco, o jovem prossegue o disco lançado de Apolo, mas Zéfiro, outro apaixonado de Apolo, enciumado, desvia a trajectória do disco e este atinge mortalmente Jacinto. Apolo impotente em ajudá-lo decide que seu nome será perpetuado em seus cânticos e do sangue caído do jovem desfalecido, ao cair na terra, nasce uma bela flor. Não se sabe, no entanto se a flor mencionada será de facto o jacinto, como a conhecemos hoje, ou outra.
  • Significado: "Afecto"; Jacinto-Azul:"Constância"; Jacinto-Branco: "Formosura discreta"; Jacinto -Púrpura: "Mágoa"; Jacinto- Silvestre"Jogos PerigososIn. GREENAWAY, Kate: A Linguagem das flores, Círculo de Leitores, 1977

 

Amor-prefeito

Amor-prefeito

  • Nome científico: viola sp.
  • Também conhecida por: Amor-perfeito-dos-jardins, amor-perfeito, amor-perfeito-miniatura
  • Família: Violaceae
  • Semear: Abril a Novembro
  • Floresce:Dezembro a Abril
  • Transplantar: Maio a Dezembro
  • Altura: 5 a 15 cm
  • ciclo: Perene (mas deve ser tratada como anual, pois perde a sua beleza)
  • Prefere: sol pleno
  • Aprecia o frio (Inverno)
  • É originária: Europal e Asia
  • Resiste às geadas
  • Use uma terra de boa quallidade
  • Multiplica-se por sementes
  • Ideal para maciços, bordaduras, vasos e jardim
  • Corte as flores secas
  • Desfaça-se da planta após a floração, que poderá, com curtos intervalos, demorar dois anos" In. SEDDON, George: O Jardim em sua Casa, Círculo de Leitores, 1976, p.133
  • É apreciada medicinalmente, onde se utilizam todas as partes da planta para curar maleitas como ferimentos, úlceras, eczemas, infecções na pele, afecções do sangue, debilidade nervosa, cansaço, doenças cardíacas, icterícia
  • É mencionada por Homero, como c
  • ura, e a sua fama chega à ChinaÉ utilizada como planta comestível (cf. Salada de tomate, queijo e amores-perfeitos)


Beladona-falsa

Beladona-falsa
  • Nome científico: Amaryllis belladonna.
  • Família: amaryllidaceae.
  • Também conhecida por: Amarilis, Var.; Beladona; ou Sogras e Noras
  • Altura: 30 cm (60cm. max.).
  • Originária: África do Sul, duma zona rochosa do Cabo.
  • Dá folhagem em Março. Esta folhagem seca e lá para Setembro ou nos meses seguintes surge uma haste com a flor da beladona. Neste período o bolbo fica dormente.
  • Os bolbos são grande com 5 a 10 cm. de diâmetro; Atenção que podem ser confundidos com cebolas e são extremamente tóxicos.
  • Regue parcimoniosamente até aparecer as folhas. Então regue liberalmente até as filhas secares. Depois deixe a terra seca, no período de repouso.
  • "Transplante-a de dois em dois anos em Outubro, usando qualquer terra de boa qualidade para vasos, e deizando a metade superior do bolbo a descoberto."In. SEDDON, George: O Jardim em sua Casa, Círculo de Leitores, 1976, p. 112
  • "Reproduza-a pela remoção de bolbilhos ao transplantar."Ibidem
  • Introduzida no século XVIII para o cultivo na Europa
  • O nome de Amaryllis deriva das "Écloga" de Virgílio, do grego αμαρυσσω (em latim amarysso) que significa "brilhar"
  • O nome "Sogras e noras", aplicado sobretudo no Alentejo, dá-se por estas flores estarem, normalmente, de costas viradas umas para as outras.
  • Significado: "Silêncio" In. GREENAWAY, Kate: A Linguagem das flores, Círculo de Leitores, 1977
















Balsamina

Balsamina

  • Nome científico: Impatiens Balsamina
  • Também conhecida por: Beijo de frade, cameleira de vaso, balsamina hortensis, bálsamo de jardim, não-me-toques, ciúmes, maria-sem-vergonha, melindres, nóli-me-tângere papagaios, suspiros
  • Semear: Abril a a Junho
  • Profundidade: cm
  • Floresce: Junho a Outubro
  • Germina: 9 a 14 dias
  • Altura: 20- 50 cm. (max. 80 cm.)
  • Prefere o sol pleno ou sombra
  • Carece de regas regulares; não tolera a seca
  • Ciclo: Anual
  • Originária: Ásia
  • Possui caules suculentos
  • Indicado para canteiros, bordaduras, maciços, vasos, cestas suspensas, orlas e como planta de interior
  • Tem um fruto capsular explosivo ou elatério (1)
  • Multiplica-se por semente e estaquia
  • Não cobrir as sementes pois estas precisam de luz para germinar
  • Proteger do vento
  • Atrai abelhas e borboletas
  • Associar a Begónias tuberosas e a Melindres
  • Significado: "Amor-infeliz; Impaciência" In. GREENAWAY, Kate: A Linguagem das flores, Círculo de Luitores, 1977
  • Usos medicinais: tem propriedades diuréticas e eméticas pelo uso do suco do cauleassim comoestomacal e catártica. Indicada para queimaduras, afecções de pele, dores articulares, disfagia, amenorréia, distocia e fraqueza em geral. As sementes são vermífugas. Utiliza as folhas, caule e ramos. Tem como contra-indicações as quantidades pois o suco do caule é considerado tóxico. Assim aconselha-se 15 a 30g/chávena.

(1)"Elatério é como se chama o fruto capaz de expelir violentamente suas sementes, como forma de obrigar sua dispersão no meio, tal como ocorrem com as cápsulas do beijo-de-frade (popularmente ainda nominada de maria-sem-vergonha ou não-me-toques)."
In. Wikipédia, a enciclopédia livre.











publicado por ciadojardins às 18:20

link do post | comentar | favorito

.JARDINAGEM & PAISAGISMO

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. Nosso trabalho

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2014

. Setembro 2012

. Agosto 2012

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub